Helmut Schober
Diretor

Manifesto Icones Relógios
Postado por: Helmut Schober
Postado em: 19/09/2013 - 14:09:58
(0) comentários
Compartilhe:

 

 

Não há tempo para distração

A simplicidade da geometria aplicada a este relógio de parede foi exatamente desenvolvida com esse objetivo para poder adaptar-se aos novos conceitos em mobília, como também às novas tendências em decoração realizadas pelos atuais profissionais da área.

Esta peça foi criada com um design versátil para atender as diversas formas de combinações decorativas, permitindo assim que seja utilizada nos mais diversos ambientes da casa, como numa sala, cozinha, quarto ou área de lazer.

Também adequado para ambientes empresariais, como escritório e sala de reunião.

O relógio Cubo, por reunir todas essas características, é um perfeito produto para ser apresentado individualmente, como peça decorativa, ou em grande quantidade em campanhas promocionais, onde ganhará um sutil toque de personalização – com a marca da empresa ou outros objetivos de marketing de campanha.

Postado por: Helmut Schober
Postado em: 21/05/2012 - 16:18:39
(0) comentários
Compartilhe:

 

 

O Prestativo Pássaro Cuco

Um dos mais famosos relógios do mundo (se não o mais famoso) é o emblemático relógio de cuco.
Você sabia que
esta típica lembrança da Floresta Negra (Alemanha) é exportado para todos os continentes? E que ainda hoje esta “joia” é entalhada individualmente em antigas fabriquinhas familiares?

Claro que já existem muitas imitações de relógio de cuco - algumas muito boas, outras nem tanto assim - que são fabricadas de forma diferente e fora da Alemanha.

O tradicional mecanismo mecânico que era utilizado no cuco de antes, atualmente dá lugar ao mecanismo com funcionamento a pilhas e com toda tecnologia de ponta que dispomos. Porém, seus aspectos de movimentos e sons são mantidos com a precisão Quartz.

Veja a seguir um desses modelos diferenciados criados pelos italianos Diamantini e Domeniconi, especialistas na produção de relógios clássicos desde 1965. Foram eles que deram ao antigo cuco um novo brilho e com uma interpretação muito mais moderna para o nosso novo tempo de estilos e design muito mais arrojados.
 
Os italianos substituíram a madeira por metais cortados a laser, mas mantendo o passarinho, como na variante clássica, que aparece e canta a cada hora. Também acrescentaram a este novo design a função chamada por eles de locutor do tempo – o que significa que o novo cuco tem o direito de “dormir” quando escurece, não acordando mais as pessoas do seu precioso sono como fazia o antigo cuco que cantava a cada hora, nas 24 horas do dia.
 
 
Até o próximo relógio.
Postado por: Schober
Postado em: 30/04/2012 - 11:38:47
(0) comentários
Compartilhe:

 

 

Tempo para Estilo

Um relógio de parede atualmente vai muito além do seu objetivo original. Mais do que um instrumento para contar as horas, minutos e segundos, um relógio bem escolhido dá um toque de personalidade à sua casa e contribui individualmente para o conforto e atmosfera geral do ambiente.
Décadas atrás o relógio de parede, pendurado em praticamente todas as residências, era um objeto quase que indispensável para marcar o tempo. Mas hoje em dia o celular, o computador e mesmo o painel do forno de micro-ondas, atendem muito bem a nossa necessidade de saber que horas são, em que tempo estamos.

O tradicional relógio cuco, por exemplo, aparentemente tem as horas contadas para deixar de existir, pelo menos em sua função de apenas contar as horas.

Diante dessas mudanças, o relógio de parede tem ganhado novos conceitos que, graças à criatividade dos designers, têm surpreendido o público com projetos incomuns e muito interessantes. Eles criam e recriam o modo de interpretarmos o tempo, em formas geométricas cada fez mais diversificadas.

Nas próximas semanas vamos apresentar uma série de relógios de paredes para ilustrar os mais variados estilos e conceitos encontráveis no mundo.
 
Aguarde.
Postado por: Helmut Schober
Postado em: 16/04/2012 - 12:39:54
(0) comentários
Compartilhe:

 

 

A mensagem subliminar no marketing...

ou como...

Enxergar atrás dos ponteiros!

 

Responda rápida a esta pequena enquete sobre as marcas que virão à sua cabeça após cada pergunta abaixo:

- Um sabão em pó? *

− Uma esponja de aço? **

− Um refrigerante? ***
 
Depois verifique no final deste texto se suas respostas correspondem ao que responde a maioria.
Se você perguntar sobre uma ferramenta, terá, provavelmente, martelo como resposta – mesmo daquelas pessoas que nunca usaram um martelo em toda sua vida. E por que isso acontece? Como certas informações podem ficar impregnadas em nossa cabeça, por anos? É o que chamamos de “marketing” que responde a essas perguntas. É o marketing que, em suas diversas formas, tem esse poder, essa responsabilidade de “configurar” informações em cada um de nós.
 
Hoje quero escrever a respeito de uma dessas formas de fazer marketing: a mensagem subliminar. Ferramenta utilizados há décadas, justamente por criar resultados realmente incríveis, e cientificamente comprovados.
Hoje a mensagem subliminar está presente em praticamente todos os meios de comunicação: marcas de produtos se misturam às cenas de sua novela predileta, dos filmes que assiste... E tudo acontece de forma quase imperceptível aos nossos olhos, quando não acontece de ser mesmo totalmente imperceptível aos nossos sentidos conscientes.  Sons e vinhetas comerciais fazem parte daquela inocente canção de ninar; no futebol, então, informações em segundo plano se confundem aos gols, dribles e lances mais incríveis criados pelos astros do esporte. Além de terem em seus uniformes as marcas carimbadas desses patrocinadores que sabem do poder que o marketing subliminar exerce sobre seu público-alvo. 

Mensagens em placas de carros impossíveis de serem vistas aos olhares distraídos...
A mensagem subliminar está por toda parte!

Um relógio promocional de parede, por exemplo, aquele com a marca da empresa, a imagem de um produto ou mesmo uma mensagem institucional, é um instrumento muito utilizado para promover marcas e difundir objetivos, pois além de atender às necessidades de verificação do horário do dia, todas as informações contidas no relógio, são “lidas”, automaticamente, milhares de vezes ao ano por todas as pessoas que precisam se localizar no tempo. Consciente e inconscientemente, a cada vez que olhamos para um relógio de parede, registramos em nosso cérebro todas as informações contidas nele.

A seguir compartilho com você um case importante sobre a eficiência da mensagem subliminar.
Durante a exibição de um filme de cinema, isso na década de 50, a empresa Coca-Cola veiculou a mensagem “Beba Coca-Cola!”, simultaneamente às cenas do filme, de forma imperceptível ao olhar consciente do espectador, já que sua atenção consciente estava voltada a cada emoção da trama.

A experiência foi realizada em noites alternadas e os resultados mostraram que as vendas do refrigerante mais desejado pela maioria teve um aumento substancial de mais de 18%, exatamente nas noites em que a mensagem subliminar era utilizada, com a inserção esporádica de um único fotograma, em meio aos fotogramas do filme, projetada na frequência habitual, de 24 fotogramas por segundo.

E por que isso acontece? Como uma mensagem subliminar pode ser tão eficaz em criar resultados?
Nossa visão consciente é limitadíssima, porque a mente consciente não consegue processar muitos dados simultaneamente e por isso descarta a maior parte daquilo que os olhos conseguem ver, para concentrar-se somente no que interessa naquele momento. Já o inconsciente, ou visão inconsciente, como quer chamar aqui, é capaz de registrar milhares de informações e imagens, inclusive aquelas com tempo de exposição menor, ou sons muito baixos, que o consciente é incapaz de captar. É sobre essa capacidade ilimitada de nosso inconsciente que a mensagem subliminar atua eficazmente, e quem faz marketing sabe disso.

Mesmo sendo suspeito para fazer a sugestão a seguir, pois também atuo no ramo de relógios, quero sugerir que em sua próxima campanha promocional invista em relógios de parede, pois é um produto em que se aplica muitíssimo bem o assunto tema deste artigo e ainda com um custo beneficio excelentíssimo.
 
Até o próximo tema,
Helmut Schober
 
 
Verifique se suas respostas coincidem com o que diz a maioria:
* Um sabão em pó? (OMO).
** Uma esponja de aço? (BOM BRIL)
*** Um refrigerante? (COCA-COLA)

 
Postado por: Schober
Postado em: 01/03/2012 - 19:51:53
(0) comentários
Compartilhe:

 

 

Um ano de bons resultados
2011 chega ao fim deixando boas lembranças e grandes expectativas para 2012 – que, espero, será ainda melhor – para todos nós.
 
Os resultados alcançados e as alegrias acontecidas nos últimos 12 meses só foram possíveis graças ao empenho de cada um de nós, que juntos formamos uma grande e unida equipe, responsável direta  por um fechamento de ano tão positivo. 
 
Meus agradecimentos aos nossos clientes, que estiveram ao nosso lado por mais um ano, adquirindo nossos produtos; aos fornecedores e funcionários que, em parceria, traduziram esforços em resultados positivos; aos queridos amigos que, por vezes, aqui estiveram para tomar conosco um café, sempre acompanhado de palavras incentivadoras e torcidas sinceras.
 
A todas as pessoas que estiveram e estão conosco, bem como aos respectivos familiares, desejo um Ano de novas alegrias, com resultados ainda mais expressivos em 2012.
 
Quanto a nós, da Icones, vamos nos empenhar sempre mais para  que o processo de melhoria contínua crie alternativas de inovação, com resultados  relevantes e compensadores para nossos parceiros e clientes, bem como para nós próprios, pois são os resultados positivos que nos permitem prosseguir em constante evolução.
 
Um Ano Novo de paz para todos nós!
 
Atenciosamente,
Helmult Schober                                                                      
Postado por: Schober
Postado em: 16/12/2011 - 13:47:11
(0) comentários
Compartilhe:

 

 

Como funciona o Mundo Corporativo...

'Todos os dias, uma formiga chegava cedinho ao escritório e pegava duro no trabalho. A formiga era produtiva e feliz.
 
O diretor marimbondo  estranhou a formiga trabalhar sem supervisão. Se ela era produtiva sem supervisão, seria ainda mais se fosse supervisionada.

E colocou uma barata,  que preparava belíssimos relatórios e tinha muita experiência, como supervisora.

A primeira preocupação da barata foi a de padronizar o horário de entrada e saída da formiga. Logo, a barata precisou de uma secretária para ajudar a preparar os relatórios e contratou também uma aranha para organizar
os arquivos e controlar as ligações telefônicas.

O marimbondo ficou encantado com os relatórios da barata e pediu também gráficos com indicadores e análise das tendências que eram mostradas em reuniões.

A barata, então, contratou uma mosca, e comprou um computador com impressora colorida. Logo, a formiga produtiva e feliz, começou a se lamentar de toda aquela movimentação  de papéis e reuniões!

O marimbondo concluiu que era o momento de criar a função de gestor para a área onde a formiga produtiva e feliz, trabalhava.

O cargo foi dado a uma cigarra,  que mandou colocar carpete no seu escritório e comprar uma cadeira especial...

A nova gestora cigarra logo precisou de um computador e de uma assistente a pulga  (sua assistente na empresa anterior) para ajudá-la a preparar um plano estratégico de melhorias e um controle do orçamento para a área onde trabalhava a formiga, que já não cantarolava mais e cada dia se tornava mais chateada. 

A cigarra, então, convenceu o gerente marimbondo, que era preciso fazer um estudo de clima.

Mas, o marimbondo, ao rever as cifras, se deu conta de que a unidade na qual a formiga trabalhava já não rendia como antes e contratou a coruja,  uma prestigiada consultora, muito famosa, para que fizesse um diagnóstico da situação.

A coruja permaneceu três meses nos escritórios e emitiu um volumoso relatório, com vários volumes que concluía : Há muita gente nesta empresa!!

E adivinha quem o marimbondo mandou demitir?

A formiga, claro, porque ela andava muito desmotivada e aborrecida. '
 
Já viu esse filme antes ?

Bom trabalho a todas as formigas !!! __.

Frase diária, mensal, anual e eterna:

"Quem trabalha muito, erra muito. Quem trabalha pouco, erra pouco. Quem não trabalha, não erra e... quem não erra é promovido!"

Postado por: Helmut Schober
Postado em: 06/12/2011 - 11:47:18
(0) comentários
Compartilhe:

 

 

 

  

 

 


GRUPO ICONES
Tel 55 - 11 - 2682-7711 - info@icones.ind.br